Arquivo de Tag | dicas

Dica musical

Acordei hoje com uma música na cabeça. Uma que eu tenho ouvido até demais nos últimos dias e que tem tudo a ver com essas manhãs que – como a minha – são bem preguiçosas.

Oren Lavie, além de extremamente charmoso, é músico, compositor e diretor de teatro. E de um artista multifacetado assim, só podia nascer um conjunto de música e vídeo lindo como é o caso de “Her Morning Elegance”. Dá pra amar, hein.

Aproveitando o momento, se você curtiu a vibe da música, vale a pena conferir mais músicas do artista. O álbum “The Opposite Side of the Sea” é muito bom. Ouço e recomendo!

Anúncios

Para ter calafrios – “Carrie”

Tirei as férias de julho pra acabar com a sensação de falta de leitura que estava nesse semestre. Já faz um tempo – muito, por sinal -, que me perguntam direto se eu curto Stephen King, mas a verdade é que eu nunca tinha lido algo dele. Como eu já estava com muita vontade de ler, principalmente depois de ter assistido “O Iluminado”, com direção do Kubrick e baseado no livro dele,  foi fácil escolher um livro dele pra ler nas férias.

Li “Carrie, a estranha”. Eu confesso que não achei que fosse ser tão interessante, mas o livro é incrível! Li inteiro em dois dias e fiquei muito revoltada quando terminei, porque queria mais.

O livro conta a história de Carrie White, uma garota criada pela mãe em um ambiente de fanatismo religioso. Privada de muitas coisas e sendo motivo de piadas na escola, Carrie vive uma vida solitária demais para uma adolescente, até que é convidada para o baile.

A narrativa do livro segue um estilo que eu nunca tinha visto antes, e que talvez seja o que tanto me encantou. Stephen King escreve de uma maneira bem simples e de fácil leitura, sem deixar de lado a descrição das cenas. Logo no começo da história, o leitor já descobre que algo aconteceu durante o baile de formatura de um colégio americano e, no meio da narrativa, são citados trechos de livros fictícios escritos por personagens da trama, assim como trechos de inquéritos policiais sobre o ocorrido.

Pra quem gosta de terror e ambientes mais mórbidos – que talvez sejam a minha grande paixão no que diz respeito a literatura -, o livro é uma escolha incrível de leitura que vai te deixar com vontade de ler de uma vez só. Recomendo e muito!

E se você prefere uma coisa mais visual do que leitura, existe o filme “Carrie”, de 1976 e com direção de Brian De Palma, baseado no romance.

Eu não gostei tanto do filme. Talvez, porque tenha gostado demais do livro e achado que a adaptação para cinema pecou em algumas cenas, mas ainda assim vale a pena assistir, ainda mais com a linda da Sissy Spacek interpretando o papel principal e a participação (fraca, ok, mas válida também) de John Travolta, em um de seus primeiros papéis no cinema (ainda antes da participação histórica como Danny Zuko em Grease).

Sissy Spacek como "Carrie White"

John Travolta como "Billy Nolan"

Separei o trailer para vocês darem uma olhadinha:

Espero que gostem da dica, meninas! “Carrie”, tanto em livro quanto em filme, é uma ótima escolha para o frio que está fazendo neste inverno. Filme de terror numa noite fria é o que há!

Não tenha medo de ousar

Uma das coisas que mais me irrita por aí é aquele folclore envolvendo cortes de cabelo. Coisas do tipo “quem tem nariz grande não pode usar cabelo curto” ou “rosto triangular precisa de franja pra esconder a testa”. A verdade é que essas dicas são tão genéricas que acabam sendo um tanto quanto absurdas, porque cada pessoa tem um rosto diferente, com traços diferentes.

Eu sempre fui apaixonada por cortes bem curtinhos e ouvi até demais por aí que eu não poderia cortar porque tenho o nariz pontudo. Só que esse tipo de coisa não cola comigo. Quando eu cismo que quero o meu cabelo de um jeito, eu sempre vou em frente. Já tive cabelo vermelho, raspado do lado, chanel, com franja reta, com franja repicada… Enfim, já é clichê até demais, mas eu “prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”.

Eu sei que cabelo curtinho dá uma insegurança de arriscar. Parece que vai ficar ruim e não vai ter volta, porque vai ter que esperar crescer e tal. E foi por isso que eu preparei este post, com várias fotos de celebridades que arriscaram no cabelo curto e que, por mais diferentes que sejam, conseguiram um corte que combinasse com  a personalidade delas. Confiram:

O cabelo da Emma Watson, acho que todo mundo já viu, né?

Evan Rachel Wood ficou fabulosa com esse curtinho bagunçado, mas com ar mais vintage

Keira Knightley ficou fabulosa nessa vibe andrógina

Não escondo de ninguém o quanto acho a Rihanna linda, mas o cabelo curtinho foi, na minha opinião, a melhor fase dela

Carey Mulligan é linda e o cabelo curtinho realçou ainda mais essa beleza

Passeando pelo Tumblr, encontrei também fotos de garotas que optaram por cortes mais curtos. Gostei demais desses:

Pra encerrar o post, quero mostrar pra vocês a minha escolha de cabelo curtinho. Deu medo, mas eu amei o resultado:

Eu e a foto tosca no espelho

Espero que tenha ajudado, amores. E, de verdade, não tenham medo de arriscar um cabelo curtinho se tiverem vontade.

Look: vintage is adorable

Acho que as últimas comprinhas com a mãe inspiraram o primeiro look do Morango no Mel. Não é todo dia que se encontra um ateliê cheio de peças lindas, vintage, exclusivas e com bom preço como o Ateliê Serdobem, então eu não consegui conter a vontade de mostrar pra vocês um look que bolei pra usar com esse lindo vestidinho que comprei semana passada. Aproveitei para chamar a minha sempre linda Marcy pra tirar as fotos pra mim e banquei a modelo tosca.

Não consegui uma foto que mostrasse bem a maquiagem, mas estava em ótima harmonia com a roupa. Fiz um degradê de sombra indo do amarelo meio apagado para o marrom, o meu conjuntinho básico (base, rímel, blush, delineador e lápis) e um batom leve pra não pesar muito com a sombra mais escura (principalmente porque estava de dia).

Eu estou louca por esse look e vou usá-lo na primeira oportunidade que tiver. E vocês, amores, o que acharam?

Obs: Clique nas fotos para ver maior.

Vestido: Chica Fulô
Sandálias: Bela Mulher
Bolsa: Cillié – linha Only Marilyn
Anel: Lojinha no Shopping Royal de Londrina